Post: 12583 | Data: 21/04/2018 | Visitas: 233

Professores fazem paralisação pelo piso e ameaçam greve por tempo indeterminado, em Riachão do Jacuípe

Professores da rede municipal de ensino de Riachão do Jacuípe, município localizado no território da Bacia do Jacuípe, paralisaram suas atividades nesta quinta-feira (19), cobrando do prefeito José Ramiro Ferreira Filho (PSD) reajuste salarial e o piso nacional que não está sendo cumprido pela gestão municipal. A categoria defende reajuste de 6,81%, enquanto que o prometido é de 2,95%.

 

De acordo com os professores, a paralisação foi decidida em assembleia realizada na última terça-feira (17), após várias tentativas de negociações do sindicato dos servidores públicos municipais (SINSPUM) e APLB sindicato delegacia do Jacuípe, com a equipe da secretaria municipal de educação, que alega dificuldades financeiras para atender as reivindicações da categoria.

 

Essa é a segunda paralisação em menos de uma semana de luta sem chegar ao consenso entre as duas partes: Prefeitura municipal e categoria. Semana passada houve uma mobilização na câmara municipal durante 24 horas, sem êxito para os professores que tiveram seus direitos negados.

 

Foi criada uma comissão que discutiria as propostas com a gestão municipal nesta quinta-feira (19), no gabinete do prefeito Zé Filho, mas de forma inexplicável foi cancelado o encontro que tentaria se encontrar uma solução para o problema.

 

Segundo as informações que obtivemos com os líderes da paralisação, caso não haja o cumprimento das reivindicações que atendam as expectativas da categoria, uma greve deverá ser deflagrada a partir da próxima quarta-feira (25).

http://www.interiordabahia.com.br
Por: Interior da Bahia

Seja o primeiro a comentar esta postagem!


Nome:

Comentário:

Design: Catu Informática | Ediomário Catureba

Rua Joel Campos, 125 - Alto de Guinho - Baixa Grande - BA

E-mail: ediomario@baixagrande.net - Tel: 74 99962 3779