Professores fazem paralisação pelo piso e ameaçam greve por tempo indeterminado, em Riachão do Jacuípe

Postado em: 21/04/2018 | Por: Interior da Bahia

Professores da rede municipal de ensino de Riachão do Jacuípe, município localizado no território da Bacia do Jacuípe, paralisaram suas atividades nesta quinta-feira (19), cobrando do prefeito José Ramiro Ferreira Filho (PSD) reajuste salarial e o piso nacional que não está sendo cumprido pela gestão municipal. A categoria defende reajuste de 6,81%, enquanto que o prometido é de 2,95%.

 

De acordo com os professores, a paralisação foi decidida em assembleia realizada na última terça-feira (17), após várias tentativas de negociações do sindicato dos servidores públicos municipais (SINSPUM) e APLB sindicato delegacia do Jacuípe, com a equipe da secretaria municipal de educação, que alega dificuldades financeiras para atender as reivindicações da categoria.

 

Essa é a segunda paralisação em menos de uma semana de luta sem chegar ao consenso entre as duas partes: Prefeitura municipal e categoria. Semana passada houve uma mobilização na câmara municipal durante 24 horas, sem êxito para os professores que tiveram seus direitos negados.

 

Foi criada uma comissão que discutiria as propostas com a gestão municipal nesta quinta-feira (19), no gabinete do prefeito Zé Filho, mas de forma inexplicável foi cancelado o encontro que tentaria se encontrar uma solução para o problema.

 

Segundo as informações que obtivemos com os líderes da paralisação, caso não haja o cumprimento das reivindicações que atendam as expectativas da categoria, uma greve deverá ser deflagrada a partir da próxima quarta-feira (25).

http://www.interiordabahia.com.br
Postagem nº: 12583 | Visitas: 639


PUBLICIDADE



Design: Catu Informática | Ediomário Catureba

Rua Joel Campos, 125 - Alto de Guinho - Baixa Grande - BA

E-mail: ediomario@baixagrande.net - Tel: 74 99962 3779


utilizadores online