Baixa Grande – Associação de Apicultores realizará a V Feira do Mel e Economia Solidária

Postado em: 01/04/2011 | Por: Ediomário Catureba

À Associação dos Apicultores de Baixa Grande estará realizando nos dias 8 e 9 de abril a Feira do Mel e Economia Solidária em sua quinta edição, com a frase “Abelha não faz mal, faz mel!”, o evento é uma oportunidade para apicultores e comunidade, stands serão montados, neles estarão à mostra diversos produtos apícola, exposição de máquinas e vestimenta para extração do mel, diversas palestras serão ministradas gratuitamente aos visitantes. Este ano a feira contará com a participação das mulheres da recente Associação das Mulheres Baixagrandens, elas estarão expondo produtos fabricados com elas.
A 5ª Feira de Mel de Baixa Grande pretende trazer informações á população, bem como, tratar do tema "Abelha e meio ambiente", dando ao cultivo das abelhas do gênero Apis e do grupo dos Meliponíneos, um significado real do verdadeiro papel das abelhas e sua relação com a natureza.

      Foto   
Ao que se sabe mais de 80% das plantas que dão flores e frutos dependem das abelhas para perpetuarem suas espécies através do ato da polinização. Hoje em Baixa Grande tem uma produção de mel estimado de 30 toneladas por ano, sem falar nos municípios que fazem parte da Cooperativa de Produção os municípios são: Macajuba, Mairi, Mundo Novo, Ruy Barbosa, etc. A qual fica situada em Ruy Barbosa, criado com intuito de Organização da produção e comercialização dos produtos apícola. Em Baixa Grande os Apicultores fazem parte da (AABG) Associação dos Apicultores de Baixa Grande, que tem como finalidade em defender o investimento no setor apícola para o Município e região, com finalidade de garantir o desenvolvimento e a sustentabilidade no semi-árido, as ações previstas para o setor e conta com o empenho das autorias locais e regionais para a confirmação do crescimento da produção de mel e outros produtos a curto e longos prazos com essa perspectiva os produtores vem despertando interesse pela criação de abelha Apis. Pretendo incentivar os produtores a preservarem as abelhas nativas a exemplo das abelhas mandassaia, jataí, uruçu, entre outras.

 


ENTENDENDO À APICULTURA

 

APICULTURA
:É uma atividade agrícola que harmoniza todos os requisitos da sustentabilidade: ECONÔMICA, SOCIAL e ECOLÓGICA.
No aspecto ECONÔMICO o apicultor é duplamente privilegiado. Primeiro porque o Brasil é visto internacionalmente como a última reserva de oxigênio do planeta, o que garante a excelência dos produtos apícolas. Produto orgânico. E segundo o clima tropical torna a atividade possível permanentemente, observados os seus ecossistemas e a biodiversidade.
Há um grande ganho econômico, talvez o maior, para a sociedade como um todo que é a polinização realizada pelas abelhas. O aumento na produção agrícola em decorrência da polinização é um fato inegável. Em área de produção agrícola os agricultores alugam colméias com a finalidade de aumentar a produtividade no campo.
No aspecto SOCIAL a apicultura garante precisamente a ocupação da mão de obra familiar fixando o homem a sua terra e promovendo a sustentabilidade. Há um outro ganho social que consiste na melhora da saúde da população, bem como a incorporação de produtos apícola como hábito alimentar, evitando despesas com medicamentos.
No aspecto ECOLÓGICO as abelhas precisam de plantas vivas para retirar seu alimento, por isso a apicultura preconiza a conservação das matas e da biodiversidade.
As plantas são excelentes fontes de alimentos para as abelhas e o apicultor um "fiscal da natureza". Defensor do meio ambiente, preservando as matas e os recursos hídricos que sustentam a vida, agindo contra queimadas e difundindo a educação ambiental. Preservando o meio ambiente dá lucro e é bom não somente para a saúde, mas também para o bolso.

MEL
É um produto elaborado pelas abelhas a partir do néctar coletado nas flores. Alimento da fácil digestão e energético. Devido a grande diversidade da plantas nectaríferas, o mel apresenta diversos sabores, aromas, cores e densidades. É composto por açúcares. Ácidos minerais, proteínas e enzimas.

CRISTALIZAÇÃO
O processo de cristalização do mel é um fenômeno natural que indica seu estado puro. Esta tendência se acentua sob baixa temperatura. Tal afirmação de que entre o mel fluído e o cristalizado não há distinção em relação ás propriedades energéticas ou nutricionais. É importante saber também que o mel cristalizado pode voltar ao seu estado fluído em "banho- maria". Nunca ultrapasse á temperatura de 50°c.

PRÓPOLIS
Substância pastosa proveniente da coleta de resina das plantas. Na colméia é utilizada como material de vedação e higienização. Para o ser humano é recomendável no combate a asma, bronquite, dermatite alérgica, úlcera, gastrite, entre outras enfermidades. PÓLEN

É o gameta masculino das flores coletado pelas abelhas. Fonte de proteínas, contém vitaminas, sais minerais, açúcares e pigmentos.
O homem o utiliza para o tratamento de anemias como regulador intestinal, para as funções cerebrais e esgotamento físicos, raquitismo, entre outras utilidades. É a mais rica fonte vegetal de proteínas, com mais de 20aminoácidos vitaminas, hormônios e sais minerais nobres para nutrição humana.

APITOXINA
É produzido em glândulas especiais fornecedoras de secreções ácidas, alcalinas e outras substâncias biológicas. Terapeuticamente, sob orientação médicas a apitoxina é recomendada para tratamento de artrite, reumatismo, merite, hipertensão e ainda, como anticoagulante.


GELÉIA REAL
Possui coloração branca e leitosa, sabor forte e ácido, com consistência cremosa. É considerada um dos melhores estimulantes biológicos, com ação energética e regeneradora.
Recomenda-se para convalescente de quaisquer doenças e para ativar o metabolismo celular.

www.baciadojacuipe.com.br
Postagem nº: 1310 | Visitas: 627


PUBLICIDADE



Portal Bacia do Jacuípe - Uma Iniciativa da Catú Informática

Ediomário Catureba - Whatsapp 74 99962-3779

ediomario@baixagrande.net - Baixa Grande - BA


utilizadores online