Estupro, crime silencioso que cresce em Baixa Grande, revela Secretaria de Segurança Pública da Bahia

Postado em: 15/03/2020 | Por: Ediomário Catureba

Imagem: Getty Images/iStockphoto

As politicas implantadas pelas gestões públicas e pelas organizações não governamentais podem ter sido responsáveis pela redução criminal em Baixa Grande, crimes como Homicídio e tentativas de homicídios tiveram redução, no entanto o Estupro ocupou 25% dos crimes registrado em 2019.

Os casos registrados em Baixa Grande com pouco mais de 20 mil habitantes, se igualou a Ipirá com 60 mil habitantes.

Por questão de sigilo das vitimas é um crime que não são levados ao conhecimento da comunidade, dando a impressão que só acontece em cidades grandes.

Desde 2014 a Secretaria de Segurança Pública divulga crimes registrados em todos os 417 municípios baiano, de 2014 a 2019 já foram 17 estupros em Baixa Grande, em 2014 foram 5 casos, durante 5 anos teve redução chegando a 0 em 2017, em 2018 foram 2 casos e em 2019 registrou 6 estupros, sendo o maior desde a divulgação pela SSP-BA.

Dados extraído do site: www.ssp.ba.gov.br

 

Veja abaixo Gráficos com casos de estupros por municípios:

 Baixa Grande


Capela do Alto Alegre


Capim Grosso


Gavião


Ipirá


Mairi


Nova Fátima


Pé de Serra


Pintadas


Quixabeira


Riachão do Jacuípe


São José do Jacuípe


Serra Preta


Várzea da Roça


Várzea do Poço

 

No PBJ Biblioteca é possível ver os gráficos separados por municípios, confira clicando nos nomes abaixo:

Baixa Grande | Capela do Alto Alegre | Capim Grosso | Gavião | Ipirá | Mairi | Nova Fátima | Pé de Serra | Pintadas | Quixabeira | Riachão do Jacuípe | São José do Jacuípe | Serra Preta | Várzea da Roça | Várzea do Poço

www.baciadojacuipe.com.br
Postagem nº: 16422 | Visitas: 685


PUBLICIDADE



Portal Bacia do Jacuípe - Uma Iniciativa da Catú Informática

Ediomário Catureba - Whatsapp 74 99962-3779

ediomario@baixagrande.net - Baixa Grande - BA


utilizadores online