Post: 35 | Data: 14/10/2009 | Visitas: 923

I Rodeio Fest em Ipirá

A cidade de Ipirá-BA realizou,entre os dia 9 a 11 de outubro, o 1º Rodeio Fest. O evento aconteceu próximo ao centro de abastecimento e teve início previsto para às 22h30min. A animação ficou por conta das bandas: Love, Gibão de Couro e Viagras do Forró. A Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Agricultura apoiou a iniciativa.



Como já era esperado pelos produtores da festa, o sucesso foi garantido. Apesar do tempo ter dado um susto, a presença do público, que participou, cantou e vibrou com as atrações, foi excelente.



O Secretário da Agricultura Municipal, Elton Alves Sampaio destacou que o Rodeio é uma forma de criar oportunidade, revelar talentos, proporcionar integração, momentos de lazer e estimular o turismo regional.



O Rodeio tornou-se uma mania nacional que reúne pessoas de todas as idades em torno de um evento que exige coragem, técnica e perícia dos participantes.



No Brasil, assim como nos EUA, seu país de origem, o rodeio é um estilo de vida que envolve tradição e modernidade. São cerca de 1.200 (mil e duzentos) festas de rodeio, realizadas no Brasil ao longo do ano, atraindo um público jovem, e cada vez mais numerosos, movimentando valores superiores ao conquistado nos campeonatos de futebol, são mais de 24 (vinte e quatro) milhões de pessoas.



O Rodeio – História
O rodeio tem origem nos EUA. Em meados de 1800, os colonos norte-americanos, depois de vencerem a guerra contra o México, adotaram os costumes de origem espanhola, entre eles as festas mexicanas e a doma de animais. A união destas duas atividades resultaria no rodeio. A primeira prova oficial aconteceu em 1869, na cidade de Colorado, no Texas

A história de rodeios no Brasil pode ser contada a partir de Barretos. Em 1955, a cidade possuía a pecuária como maior atividade econômica. Quando descansavam, os peões da região costumavam testar suas habilidades na lida com o gado. Foi assim que no mesmo ano nascia, numa mesa de bar, o "Clube Os Independentes".

A partir daí, inspirada na lida das fazendas e nas disputas realizadas próximo aos currais, surgiu a Festa do Peão de Barretos, em 1956. E já na primeira festa a principal atração era a disputa entre o homem e o animal.

Na década de 60, a agenda de eventos no Brasil era enorme, principalmente no estado de São Paulo. Os peões haviam se transformado em competidores e corriam de uma festa a outra atrás dos prêmios

Atualmente Barretos tornou-se o principal palco do rodeio brasileiro. Tudo ali realizado serve como modelo para outras cidades. Em abril de 2001, a atividade passou a ser reconhecida oficialmente como esporte.
    

www.ipiranegocios.com.br
Por: Orlando Santiago Mascarenhas

Seja o primeiro a comentar esta postagem!


Nome:

Comentário:

Design: Catu Informática | Ediomário Catureba

Rua Joel Campos, 125 - Alto de Guinho - Baixa Grande - BA

E-mail: ediomario@baixagrande.net - Tel: 74 99962 3779


utilizadores online