Riachão do Jacuípe - Estudante morre vítima de tiro de espingarda

Postado em: 26/12/2010 | Por: Alanna Adrielle

A polícia do município do Riachão do Jacuípe ainda não sabe com precisão a história do tiro de espingarda que vitimou fatalmente o adolescente Peterson de Oliveira Nascimento, 15 anos, natural da cidade, mas residia no Bairro da Liberdade, em Salvador.

O adolescente chegou à Riachão do Jacuípe no final da tarde de sexta-feira (24), onde pretendia passar as festas de natal e ano novo na casa do seu avô, conhecido por Zé de Antero.

Ninguém sabe contar precisamente o que ocorreu, pois Peterson estava brincando com um primo de 13 anos, na sala da casa do avô localizada á Rua Onei São Paulo Rios, Bairro Barra do Vento, quando o avô e alguns parentes, que estavam em outro compartimento da casa, ouviram um tiro muito forte e ao correrem para sala encontraram o adolescente agonizando em uma poça de sangue. “Foi muito rápido corremos pra socorrer, mas não deu. Coitadinho tão novo”, disse João, um dos vizinhos da casa onde aconteceu o acidente.

Peterson Nascimento chegou ser levado para o Hospital Municipal, onde deu entrada ás 15h40, porém sem sinais vitais. A polícia civil foi informada do fato por um dos tios da vitima, o comerciante Alexandre da Costa Barbosa, 32 anos. A polícia já sabe que a espingarda que causou a morte do adolescente pertence ao avô e estava em cima do guarda-roupa, quando um dos menores teria pegado.

Um dos agentes que esteve no local do acidente, pegou a espingarda, que está no cartório do complexo policial e disse ao CN que, só após os laudos médicos do IML e ouvir testemunhas, dentre elas o primo que estava na hora do fato, é possível dizer o que realmente aconteceu. “Pode ser suicídio, um tiro acidental ou mesmo eles brincando com a arma. Qualquer resposta neste momento é prematura, pois necessitamos investigar mais o assunto, o que deverá acontecer durante esta semana, depois que as pessoas se acalmarem, pois o clima é de muita dor entre os familiares e as que estavam na casa”, disse o agente civil. O menor foi levado ao hospital pelo tio Gilson Ney Lima de Oliveira e por um amigo da família, José Cristiano Santos.

Os pais de Peterson, Jerônimo Henrique e Jussara de Oliveira Nascimento, ficaram sabendo do fato ás 16h em Salvador. A mãe passou mal e foi levada para um Hospital da capital e liberada em seguida. Os familiares que estavam no Hospital Municipal providenciando o traslado para o Instituto Médico de Feira de Santana, não souberam dizer a equipe do CN onde será o sepultamento.

http://horadaverdade104.blogspot.com.br
Postagem nº: 992 | Visitas: 656


PUBLICIDADE



Portal Bacia do Jacuípe - Uma Iniciativa da Catú Informática

Ediomário Catureba - Whatsapp 74 99962-3779

ediomario@baixagrande.net - Baixa Grande - BA


utilizadores online